domingo, 8 de outubro de 2017

Le public moderne et la photographie


Le public moderne et la photographie

Charles Baudelaire 


Uma proposta que pode interessar a uns quantos e que saiu publicada em Maio de 1999



terça-feira, 4 de julho de 2017

Os espaços discursivos da fotografia


Ro s a l i n d K r a u s s

"Neste texto, publicado em O fotográfico (Barcelona: Editorial Gustavo Gili, 2002),
tradução (Anne Marie Davée com revisão técnica de Maya Hantower e Lane de
Castro) revisada do original Le photographique. Pour une théorie des écarts
(Paris: Editions Macula, 1990), Rosalind Krauss observa como, em seus primórdios
– em O’ Sullivan , Atget, Salzmann e outros –, a fotografia participava de espaços
discursivos muito mais ligados ao conhecimento do mundo do que à arte. Mas, à
medida que essa produção vai sendo incorporada a seus arquivos, esses traços se
vão paulatinamente apagando em favor de outros mais congruentes com as
categorias estéticas sobre as quais se apóia o sistema da arte: as noções de autor,
obra e gênero passam a ser parâmetro de avaliação de uma produção para a qual,
anteriormente, não possuíam nenhum valor constitutivo."


da apresentação



















terça-feira, 25 de abril de 2017

SINTAXE DA LINGUAGEM VISUAL



SINTAXE DA LINGUAGEM VISUAL
    Donis A. Dondis
    Tradução
    JEFHERSON LUIZ CAMARGO




 
   Uma coisa é olhar a imagem, outra vê-la lendo a escrita do autor. Alguns aspectos teóricos para o melhor entendimento da gramática que sustenta a leitura de uma imagem.